Invista em Florestas Produtivas. Sua aposentadoria verde.

image

Rua Penita, 3144

São José do Rio Preto/SP

Seg à Sex - 8h às 18h

Sáb e Dom - Fechado

Mercado futuro de mudas: economia, planejamento e otimização do plantio

mercado-futuro-de-mudas

Mercado futuro de mudas: economia, planejamento e otimização do plantio

Investir no mercado futuro de mudas é assegurar um cenário com mais economia, planejamento e otimização do plantio. Isto porque, nesta modalidade de compra e venda de mudas, o produtor rural já garante uma muda de melhor qualidade, com possibilidade de negociar descontos na compra.

Segundo Fábio Tônus, gestor da Kaiser Agro, outro item que merece atenção ‘é a possibilidade de antecipação do plantio, de acordo com o período das chuvas e as melhores condições climáticas de cada solo’.

O mercado futuro de mudas é uma modalidade comercial que ainda é pouco praticada no segmento, mas que garante no cultivo de florestas produtivas, por exemplo, uma precisão de plantio ideal.

Mercado futuro de mudas

A Kaiser Agro trabalha com três culturas: seringueira (para a obtenção de látex), cedro australiano e mogno africano (ambas para obtenção de madeira nobre).

As mudas de seringueira reservadas dentro da modalidade do mercado futuro são entregues com idade entre 12 a 18 meses, período de maior vigor, e com maior índice de pegamento, já as de mogno africano e cedro australiano são entregues com idade de 6 a 12 meses, período aonde elas se encontram com tamanho ideal e rustificadas as condições climáticas mais severas, que ira garantir maior vigor germinativo,explica Fábio Tônus.

Diversificação das culturas

A diversificação de culturas se faz cada vez mais necessária, já que a monocultura está sujeita às oscilações de mercado. “Se você faz a diversificação, quando uma cultura está ruim, a outra está boa, fazendo com que você tenha vários ovos dentro de uma mesma cesta e trazendo, assim, a maior rentabilidade possível”, exemplifica Tônus.

O cultivo comercial do mogno africano teve início nos anos 90, quando investiu-se em técnicas de manejo; correção de solo; ampliação das áreas plantadas; e melhoramento genético. ‘Pode-se dizer que atualmente, no Brasil, o mogno africano é uma das espécies florestais com maior investimento para a produção de madeira tropical nobre’, observa Tônus.

A Kaiser Agro optou por trabalhar com o mogno khaya ivorensis, pois a espécie possui uma característica muito importante: é de fácil manuseio – após um ano de vida não é mais necessário fazer a desbrota.

Testes realizados pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) apontaram que o mogno africano se adapta a qualquer clima brasileiro, até mesmo em regiões de temperaturas mais baixas. Porém, em regiões de geadas severas, a árvore não resiste.

Já o plantio, quando feito no período chuvoso, aproveita as chuvas, para o melhor desenvolvimento das árvores. Em locais que contam com irrigação, o plantio pode ser feito em qualquer época do ano.

Cedro Australiano

O cedro australiano é uma madeira de fácil processamento, devido às suas características físicas. É uma das espécies mais valiosas para a produção de matéria-prima que será utilizada nas indústrias moveleiras e da construção civil.

O cedro australiano chegou ao Brasil na década de 70, sendo plantado no norte do Espírito Santo. Hoje o mercado oferece seis clones, com boa adaptação em todas as áreas testadas e ganho de produtividade de até 200% sobre a variedade de cedro australiano existente no Brasil.

A produtividade média das florestas oriundas das sementes nacionais fica em torno de 13 m³/ha/ano, enquanto os materiais selecionados chegam a ter produtividade superior a 35 m³/ha/ano.

Seringueira

O plantio de seringueira cresce cerca de 4,5% anualmente, enquanto o consumo interno de borracha chega a 6%. A borracha natural vem do látex produzido pela seringueira, e no momento chega a corresponder a 24% do comércio externo brasileiro.

Hoje, mais de 50% dos seringais existentes no Brasil estão na região oeste do estado de São Paulo. Também estão em grande número no Mato Grosso do Sul e Bahia.

Um dos processos fundamentais para uma muda de seringueira ter alto vigor e potencial produtivo se inicia pela escolha do clone, e uma boa equipe de enxertadores. A Kaiser Agro possui o clone RRIM600, que tem um ótimo desenvolvimento para um seringal padronizado. Caso haja escolha de outros clones, pode-se adaptar na seleção de enxertia do viveiro de mudas.

Deixe seu Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

14 − 1 =